terça-feira, 23 de janeiro de 2018

VIVA SANTOS REIS – CORTEJOS DE FÉ : GRUPOS DE FOLIA DO DISTRITO DE SENADOR MOURÃO – DIAMANTINA MG


             Nas atividades do Projeto “ Viva Santos Reis- Cortejos de Fé”, registramos 02 (dois) grupos de folias do distrito de Senador Mourão:  o grupo de Folia de Santos Reis, realiza seu giro a partir de 25 de dezembro ao dia 06 de janeiro. De acordo com Nelson um dos sanfoneiros do grupo, a folia, que tem mais de 100 anos de existência ficou por algumas décadas sem sair, quando um grupo de amigos achando importante não deixar perder esta tradição, assumiram seu resgate há mais ou menos 12 anos atrás.  Atualmente, conta com 16 integrantes dentre adolescentes, adultos, homens e mulheres, que guiados pela bandeira de Santos Reis entoam cânticos pelas casas que visitam nos giros, vestidos com uma camisa em tom verde, que os identifica. Nelson ressalta a importância e honra em participar desta manifestação religiosa do distrito, em que contribui porque aprendeu a tocar com seu pai, também sanfoneiro, folião e responsável pela formação da Folia de Reis do distrito de Planalto de Minas, próximo à Senador Mourão.
           Outro grupo de folia do distrito de Senador Mourão, é a Folia de Reis São Sebastião que difere dos demais grupos de folia do município, ao manter a tradição de realizar seu giro no período de nove (09) dias, correspondente à novena de São Sebastião no mês de janeiro. A folia de São Sebastião atualmente 26 integrantes, se destaca com expressivo número de mulheres como integrantes, portando usa calça preta e camisa vermelha. Grupo criado pelo casal Jayme Geraldo Silva e Teresinha Silva, hoje é coordenado por Marlene Rabelo.
          Ambos grupos estão equipados com sanfonas, violões, pandeiro, caixa, cavaquinho, e quanto às vozes, se dividem em 2 a 3 vozes e a requinta. Diferem-se quanto aos cânticos, as Folia de Santos Reis e a Folia de Santos Reis São Sebastião, que se mudam durante as visitas, em seus giros. Na realidade, quanto a maior a diferença entre eles, maior é a expressão da diversidade religiosa e cultural, por esta população preservada.

                                       FOLIA DE SANTOS REIS- SENADOR MOURÃO 






FOLIA DE REIS- SÃO SEBASTIÃO 







sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

FOLIA CRISTO REIS DA PALHA- DIAMANTINA

        O grupo Folia Cristo Reis da Palha, do bairro da Palha - Diamantina, integra o projeto Viva Santos Reis, Cortejos de Fé, e foi acompanhada em seus giros.  A folia todos os anos inicia o giro no dia 25 de dezembro e encerra no dia 06 de janeiro, dia de Santos Reis. Este ano por questão de saúde do responsável e mestre do grupo, Sr. José Afonso, atividades da folia foram interrompidas no dia 29 de dezembro 2017, e retomadas após sua recuperação, já no dia 10 de janeiro de 2018. A continuidade do giro ocorreu até o dia 14 de janeiro de 2018, quando do seu encerramento, marcado pela entrega das oferendas recebidas ao asilo do Pão do Santo Antônio, Santo de devoção do grupo, que estampa sua bandeira. 
        De acordo com o Sr. José Afonso o grupo de folia do bairro da Palha é antigo, tem mais de 50 anos _ele já acompanha desde adolescente_, havendo alguns períodos sem atividade, voltando a realizar os cortejos aproximadamente há 12 anos atrás. Os fundadores do grupo foram: Jânio Flor e Zé Abelino (já falecidos). O grupo atualmente possui 10 integrantes, todos homens, não sendo permitida participação de mulheres. 
       A Folia de Cristo Reis da Palha ficou por muito tempo, realizando seus giros somente no bairro, fazendas e povoados próximos, recentemente o grupo tem recebido convites e realizado visitas em outros bairros de Diamantina; este ano realizaram giros nos bairros da Palha, Rio Grande, Consolação, Bela Vista, Pedra Grande, Bom Jesus. De acordo com Sr. Geraldo Domingos um dos integrantes do grupo, este ano a folia visitou mais de 30 casas. É o evento marcado pela fé, musicalidade e cultura popular, ao som dos cavaquinhos, violões e caixa, unidos ao coro de três vozes masculinas, registrando a identidade do grupo.
Administração 2017-2020, Nosso Maior Patrimônio é Você.

                                              FOLIA EM VISITA ÀS RESIDENCIAS 





FOLIA EM VISITA AO ASILO DO PÃO DE SANTO ANTONIO 




VIVA SANTOS REIS – CORTEJOS DE FÉ: INTEGRAÇÃO DOS GRUPOS DE FOLIA DE INHAÍ E DIAMANTINA

      O Projeto Viva Santos Reis – Cortejos de Fé, realizado pela Prefeitura Municipal de Diamantina, através da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, acompanhou no dia 03 de janeiro, o cortejo da Folia de Santos Reis do distrito de Inhaí pelos bairros de Diamantina e o “remate” no dia 06 de janeiro no próprio distrito, dia em que comemora Santos Reis, encerrando as comemorações. A folia todos os anos inicia seu giro no dia 25 de dezembro, após a “missa do galo”. De acordo com um dos integrantes do grupo, sua formação é tradição herdada de famílias. 
          O grupo atualmente possui 26 integrantes, a maioria homens, destacando duas mulheres, uma toca violão e outra canta. Em Diamantina, houve visita às casas de moradores de 05 bairros, Bela Vista, Bom Jesus, Vila Operaria, Rio Grande, Centro histórico com destaque para, Câmara Legislativa Municipal e Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, totalizando 18 (dezoito) visitas na cidade. 
          No distrito de Inhaí, no dia do “remate” o grupo o cortejo iniciou a partir das 06:00h da manhã, havendo missa às 08 horas e em seguida como tradição, realizou- se mais giros pelo distrito até chegar a praça principal com o grande encontro das folias do distrito de Inhaí e a folia Unidos do Vale do bairro Cidade Nova/Diamantina. Neste momento da recepção realizaram a troca de Bandeiras e cada grupo agradeceu em canto a oportunidade do encontro. 
     Sendo realizada uma rica apresentação de cantos por estas folias, foliões e demais pessoas presentes na praça seguiram para o local onde seria servido o almoço, momento de confraternização ao mesmo tempo que representa o fortalecimento da tradição que os une. 
     De acordo com um dos organizadores do remate, Marlon Vale, este ano em média, 600 (seiscentas) pessoas almoçaram junto aos foliões. Após o almoço a Folia de Santos Reis do Inhaí continuou seu cortejo pelas ruas do distrito, visitando casas e comércio, encerrando o giro por volta das 22:00 horas. Durante o giro do “remate” os foliões dançaram na porta de algumas casas a CHULA, dança centenária tradicional local, de acordo com tradição, é a dança uma forma de agradecer aos donos da casa pela farta comida oferecida aos foliões durante a visita. A bandeira usada como guia do grupo de folia, tem aproximadamente 80 anos, e, para sua preservação o grupo só a expõe no dia 06, nos outros dias de giro é usada outra bandeira. Somente no dia 06 janeiro o grupo de folia visitou mais de 40 casas no distrito do Inhaí. É a tradição e fé de um povo, festejada com encontros e alegria.  
Administração 2017-2020, Nosso Maior Patrimônio é Você.

                      VISITA DO GRUPO PELAS RUAS DA CIDADE DE DIAMANTINA 





                              VISITA DO GRUPO PELAS RUAS DO DISTRITO DE INHAÍ




















quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

PROJETO " VIVA SANTOS REIS, CORTEJOS DE FÉ"


" FOLIAS DE SANTOS REIS, CORTEJOS DE FÉ"


VIVA SANTOS REIS – GIRO DAS FOLIAS DO MUNICÍPIO DE DIAMANTINA

   O Projeto Viva Santos Reis – Cortejos de Fé, com objetivo principal de apoiar, valorizar e difundir as folias de reis do município de Diamantina, iniciou sua primeira ação junto à comunidade diamantinense, na manhã do dia 23 de dezembro de 2017, com o cortejo da Folia de Santos Reis Unidos do Vale do bairro cidade nova pelas ruas do centro histórico de Diamantina. Com integrantes representando os personagens do presépio, Maria, José, Menino Jesus e os três Reis Magos, acompanhados de instrumentos de cordas e percussão entoando músicas religiosas que contam a viagem dos três Reis Magos até a manjedoura. Como é próprio do cortejo, houve visita às casas de moradores, ao Museu do Diamante e a Catedral Metropolitana, momento em que rezaram junto ao presépio.
  Ressaltamos a riqueza cultural que reveste as folias de reis e, no município de Diamantina há peculiaridades, nesta festa de louvor e devoção. São famílias e amigos que se unem para manter esta tradição em nossa cultura, recebendo em suas casas as bandeiras e foliões, como uma manifestação de Fe e devoção. Celebrar o nascimento do Menino Jesus em festa gerou uma riqueza de versos e profecias, que compõe o nosso universo cultural e que por ele somos todos responsáveis.  
  O Estado de Minas Gerais é marcado por uma diversidade de grupos de folias de reis, assim, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais- IEPHA realizou o cadastro das folias de Minas, em que o município de Diamantina está inscrito. Esta ação se efetiva como salvaguarda das Folias de Reis, reconhecidas como patrimônio cultural imaterial do Estado. Neste sentido, a Prefeitura de Diamantina e o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural e Políticas Culturais de Diamantina concebem o Projeto Viva Santos Reis – Cortejos de Fé, como via de integração das ações municipais alinhadas à política estadual do IEPHA, além de  preservar o patrimônio imaterial recriado pelas folias do município ao longo de dezenas de anos.
   O Projeto tem ações desenvolvidas ao longo do período das festas, do dia 23 de dezembro ao dia 06 de janeiro, quando ocorre a Grande Festa, com encontro de várias folias entre elas o grupo de folia do distrito do Inhaí, povoado do Pinheiro, povoado de Maria Nunes e o grupo de folia do bairro Cidade Nova, em um evento conhecido pelos foliões com o “remate”, encerrando as celebrações e festejando o novo ano, com as bênçãos do Menino Jesus.

Administração 2017-2020, Nosso Maior Patrimônio é Você.














REUNIÃO DE AVALIAÇÃO DAS AÇÕES DO PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL “DE OLHO NO PATRIMÔNIO”, ANO 2017.

  O Programa Municipal de Educação Patrimonial: “De Olho no Patrimônio”, objetiva trabalhar a arte e a cultura como propulsoras do desenvolvimento social e permitir nova postura da comunidade escolar e comunidade em geral, em relação ao patrimônio cultural e a apropriação do espaço urbano. Lançado oficialmente em 13 de julho de 2017, com ações realizadas desde março, o programa conta com vários parceiros, dentre eles a Secretaria Municipal de Educação, o Museu do Diamante-IBRAM, IFNMG, IPHAN, S.ER, UFVJM. A Secretaria Municipal de Educação, por meio de portaria designou equipe para o Programa, sendo estes professores efetivos do quadro de pessoal da própria Secretaria Municipal de Educação. Instituído, ainda, um servidor da Diretoria de Patrimônio Cultural, para coordenar as ações do programa.
  Em 18 de dezembro na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, realizou-se o encontro da equipe de professores do Programa Municipal de Educação Patrimonial “De Olho no Patrimônio” com a Secretária Municipal de Cultura Márcia Betânia, a servidora da Diretoria de Patrimônio Cultural Luciana Andrade, servidoras da área pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Cinthia Fonseca e Lucilene Gonçalves e os professores do programa de educação patrimonial.
  Com o objetivo de avaliar as ações do Programa durante o ano de 2017, foi pontuado as atividades realizadas, de acordo com suas demandas: número de escolas, alunos  atendidos durante a realização dos projetos, gastos com as ações, que foram praticamente mínimos, agendamento de transporte, interação entre a equipe de educadores patrimoniais e a equipe escolar, a final destes temas chegaram a conclusão que objetivos foram alcançados de forma positiva, ressaltando a satisfação da direção das escolas com a realização dos projetos e o empenho da equipe de professores para desempenho do mesmo, alguns professores regentes agradeceram pela parceria, por contribuir acrescentando aos alunos mais informações sobre o patrimônio de Diamantina. Márcia Betânia, após agradecer o empenho de todos, explanou sobre as futuras ações para o ano de 2018, ressaltando a importância em desenvolver um projeto de educação patrimonial que alcance as comunidades dos bairros de distritos, tendo em vista a demanda do município, sua visibilidade e reconhecimento do Patrimônio Cultural e Natural de Diamantina, o que lhe confere importantes títulos que a distingue dos demais municípios, quanto pela ausência de realização de ações de educação patrimonial com amplitudes territorial, quantitativa e estratégias diversificadas, em condições de dialogar com contextos culturais específicos, tanto urbanos quanto rurais. Em seguida, os presentes manifestaram suas opiniões, críticas e sugestões. Mantido o interesse da Secretaria Municipal em ser elemento atuante no programa. Proposta para janeiro a elaboração do plano estratégico de restruturação pedagógica e planejamento para realização dos trabalhos do ano de 2018. Administração 2017-2020, Nosso Maior Patrimônio é Você.